sábado, 12 de maio de 2018

JOÃO ALFREDO DO NASCIMENTO


Se não existisse telefone celular, computador, Whatsapp, eu iria arranjar uma maneira para nós dois se comunicarmos. Tu és o bom velhinho, amigão, e a sua amizade foi Deus e Nossa Senhora os responsáveis pela nossa amizade. Você sabe das minhas limitações, de uma grandiosa deficiência de 35 anos. Meu caro amigo, tenho certeza que tenho um carinho incalculável por você e a sua digníssima esposa, dona Nair. O casal amigo já mostrou e demonstrou o grande apreço pela minha pessoa. João e dona Nair, a deficiência de 35 anos é amenizada pelo carinho sincero desse casal amigo. Meu bom velhinho, todas as vezes que falo com vocês, a alegria e felicidade me invadem e eu esqueço que sou deficiente ao me comunicar com vocês. A força e a energia me envolvem porque adoro vocês, e não sei ficar nenhum dia sem falar com vocês. Parece que vocês transmitem para meu coração a energia positiva, e ter vocês como amigos representa para mim tudo que há de bom e belo nesse mundo.Eu sou um garimpeiro que descobriu uma mina de ouro. O terreno que existia ouro em abundância que são vocês João e dona Nair. Vocês são o ouro que meu coração descobriu.Obrigado Meu Deus e Nossa Senhora por ter me presenteado, dando-me de presente esse casal extraordinário e sensacional como o João Alfredo e a dona Nair.


Fernando Freire.