segunda-feira, 14 de maio de 2018

DONA LORENE DE CASTRO



A fatalidade ninguém consegue fugir dela, afirmo isso por causa que no dia 16 de outubro de 1982,Eu fiquei por oito meses em estado de coma, e a minha esposa Jô estava grávida no quarto meses de gestação. Nessa mesma data, eu estava entre a vida e a morte. E nessa época eu só tinha 25 anos de idade, e só dois anos de casado. Eu praticava varias modalidades esportivas, e ao acordar do coma, eu não via mais as pessoas. A minha voz mudou completamente. O meu cérebro atrofiado pela metade e os meus membros superiores e inferiores foram afetados também, mas Cristo, e Nossa Senhora e a minha esposa Jô, foram importantíssimas para minha recuperação. Se não foi total eu aceito a deficiência, porque Cristo e Nossa Senhora puseram as suas mãos sobre mim. Eu sou mais outro milagre de Deus. Dona Lorene, eu quero dizer a senhora que a fé e a religiosidade nos ajuda em tudo. Só depende do tamanho da nossa fé. Jesus senhor é o nosso advogado fiel, e esse pesadelo está machucando a senhora e toda a sua família, vai acabar e vai ter um final feliz. Vamos louvar e agradecer a Deus e a Nossa Senhora, por eles ter solucionando o nosso problema, por causa que só estava nos machucando. Jesus é fiel e eu sou a prova do poder de Deus. E a sua balança é justa. força  segure nas mãos de Deus.


Fernando Freire.